COPA DO BRASIL SUB-17: Com dez, Vitória joga com raça, empata no Morumbi e decide classificação em casa

Um jogão! Assim pode ser definido o empate em 3 a 3 entre Vitória e São Paulo no Morumbi, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil Sub-17, em jogo realizado na tarde desta quarta-feira.
 
Mesmo com um jogador a menos por quase toda a segunda etapa, o Leão foi valente, buscou a igualdade – quando perdia por 3 a 2 – e por pouco não virou o jogo. Os gols rubro-negros foram anotados por Yan, Geovane e Eronildo (pênalti).
 
Vitória e São Paulo voltam a medir forças na próxima quarta-feira, dia 22, no Barradão, às 15 horas. Um triunfo por qualquer placar ou empates em 0 x 0 , 1 x 1 e 2 x 2 classificam o time baiano para as semifinais, contra Flamengo ou Corinthians.
 
Teste para cardíaco
As equipes começaram o jogo se estudando. Aos poucos, o São Paulo passou a dominar as ações e abriu o placar, num chute de fora da área.
 
O Vitória não sentiu o baque. O time baiano cresceu no jogo, ganhou o meio-campo e chegou ao empate, com Yan, e à virada, com Geovane.
 
A primeira etapa caminhava para um desfecho favorável ao Vitória, mas um erro na saída de bola originou o gol de empate do São Paulo.
 
As duas equipes voltaram para a segunda etapa aceleradas. Logo aos dois minutos, o goleiro do Leão, Eugênio, tocou com a mão na bola fora da área e acabou recebendo o segundo cartão amarelo.
 
Com um homem a mais em campo, o São Paulo partiu para o ataque e virou logo na sequência, aos 4 minutos, com um gol de pênalti.
 
Mas quem disse que o Leão se deu por vencido? Ousado, o técnico João Burse posicionou o time mais à frente e o Vitória, mesmo com 10 jogadores em campo, tomou conta do jogo.
 
Aos 30 da etapa final, Eronildo marcou de pênalti, sofrido por ele mesmo, após linda jogada de Yan.
 
Os baianos queriam mais. De fora da área, Eronildo carimbou o travessão. E Geovane ainda teve fôlego para entrar costurando a defesa adversária e bater cruzado, para uma difícil defesa do goleiro são-paulino.
 
Por pouco, o Leão não saiu do Morumbi com um triunfo heróico.
 
O Vitória empatou com o São Paulo atuando com Eugênio; Cedric, Rangerson, Gabriel e Padilha; Diogo, Farinha e Geovane; Yan (Carlos), Eronildo (Potó) e Caíque (Jonh).
 
A delegação rubro-negra em São Paulo é chefiada por Carlos Anunciação, coordenador da Divisão de Base, e contou ainda com Nathália Figueirêdo (médica), João Burse (técnico), Rodrigo Santana (preparador físico), Duda (treinador de goleiros) e André (massagista).
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s